RECOMENDE!

sexta-feira, agosto 11, 2006

CULTO, LOUVOR E ADORAÇÃO



O status quo denomina culto como uma reunião religiosa que interage com o transcendente, ou melhor com Deus. O louvor é basicamente as músicas cantadas nestas reuniões que também vai além das fronteiras do clero. E a adoração é um momento de estasy, nirvana, onde o individuo dentro do coletivo expressa o seu amor a Deus e exalta a Sua grandeza, quase sempre exercidos em momentos de louvores mais tranqüilos e com letra que mechem com as emoções e os sentimentos.

Mas não entendo desta forma. Cultuar a Deus é genuinamente viver de forma santa e agradável a Deus (Rm 12.1). Se eu não cultuar a Deus em todos os momentos e principalmente no anonimato da minha vida, de nada valer eu participar de uma ‘reunião religiosa’. Por mais que haja espiritualidade nesta reunião ela vai ser oculta aos meus olhos. O louvor está diretamente ligado à música, mas indiretamente está ligado a ser quem Deus determinou que eu seja. No salmo 148 a natureza louva ao Senhor, olhando para os animais entendemos que eles podem louvar cantando, rugindo, latindo, miando, etc. Mas como o sol, as estrelas e a lua louvam? Como as águas louvam? Cumprindo o papel do qual foram criados. O Sol louva a Deus agindo como sol. Da mesma forma nós louvamos mais a Deus com nossas atitudes, agindo de acordo com a vontade de Deus, do que com nossa boca. Já a adoração nada tem a ver com choro e mãozinhas erguidas com uma erupção de emoções, pode ter momentos que em que estas coisas podem acontecer dentro da adoração. Mas a adoração é infinitamente maior do que breves momentos de transe. Ela expande para fora do clero e de um momento pré-estipulado. A adoração é continua e permanente, é amar ao extremo, é proclamar a todos este amor e exaltar as qualidades, as grandezas deste Ser amado.

Culto é a nossa vida, com ela podemos cultuar a Deus, ao Diabo, à outra pessoa ou a nós mesmos. Este culto se divide em louvor e adoração. Adorar é expressar o amor, engrandecer a pessoa amada e o louvor é a forma que agrado o meu amado andando exatamente da forma que alegra o Seu coração. Na verdade os três são fundidos em uma peça única que se chama santa vida cristã.
CLAY.

Nenhum comentário: