RECOMENDE!

quarta-feira, setembro 27, 2006

Amor e Perda

"O risco do amor é a separação. Mergulhar na relação amorosa supõe a possibilidade da perda. Segundo o psicanalista austríaco Igor Caruso, a separação é a vivência da morte numa situação vital: a morte do outro em minha consciência e a vivência da minha morte na consciência do outro. Por exemplo, quando deixamos de amar ou não somos mais amados; ou, ainda, se as circunstâncias nos obrigam à separação, mesmo quando o amor recíproco permanece".
(Maria Lúcia de Arruda Aranha e Maria Helena Pires Martins em "Filosofando" - Editora Moderna, 2004, página 337)

Nenhum comentário: