RECOMENDE!

quarta-feira, setembro 27, 2006

O homem não é o que é...

"Quando o filósofo francês contemporâneo Gusdorf diz que "o homem não é o que é, mas é o que não é", não está fazendo um jogo de palavras, porque o ser humano não se define por um modelo, por uma essência nem é apenas o que as circunstâncias fizeram dele. Define-se pelo lançar-se no futuro, antecipando, por meio de projetos, sua ação consciente sobre o mundo. Não há caminho feito, mas a fazer, não há modelo de conduta, mas processo contínuo de criação de valores. Nada mais se apresenta como absolutamente certo e inquestionável".
(Maria Lúcia de Arruda Aranha e Maria Helena Pires Martins em "Filosofando", Editora Moderna - São Paulo - 2004, página 28.)

Nenhum comentário: