RECOMENDE!

quinta-feira, agosto 02, 2007

"Erótica é a alma"

Já não repito cem vezes que o amo, nem preciso de beijos de longa duração. Falo do meu amor neste olhar cheio de luzes e desejos. A você, entrego minhas mãos quentes ainda da última carícia, para que sejam seu alento e seu descanso. Eu o amo em orações de proteger e afastar as possíveis dores diárias para que ande pelo mundo com passo de criança descuidada e feliz de tão amada. Digo que o amo com outras vozes e palavras de amar das suas músicas que escolho para afugentar seu cansaço. Digo que o amo quando me jogo em seus braços e, desfazendo a ausência, você chega e me olha com jeito de menino e o aroma da distância. Sinto que o amo (você sente também) ao acolher seus sonhos e emprestar meu coração para o acalanto que todo sonho novinho necessita para sair e ser. Afirmo o meu amor todos os dias com o meu corpo cheiroso, minha alma rendida e meus pés tocando os seus em nosso adormecer de apaixonados.

Adélia Prado

Nenhum comentário: