RECOMENDE!

domingo, novembro 25, 2007

O PONTO DE ÔNIBUS



Quem nunca teve a oportunidade de esperar um ônibus no ponto? Até mesmo os mais afortunados já tiveram esta experiência, ainda que seja no tempo em que não podiam dirigir. Comigo é assim, trem e ônibus só quando não tenho o que dirigir. Odeio transporte público, não pelo público, mas pelo transporte precário e caro oferecido pelo o algoz do povo, o governo.
Voltando para o ponto, aguardamos nosso ônibus, cada um sabe do seu destino e do seu caminho. Neste ponto passam muitos ônibus que vão para vários lugares. Cada pessoa fica atenta esperando o seu chegar, mas em muitos casos, outros passam por lá. Contudo temos a questão da afinidade, da simpatia e da diversidade. O ônibus pode não ser o mais indicado, entretanto torna o mais propicio por causa do aconchego e do desejo.
A vida e nossas oportunidades são o ponto e os ônibus de nossa existência. Muitos dizem que sorte é estar no lugar certo, na hora certa. Existem ônibus que passam pelo ponto onde estamos que nos levaria a lugares distantes ou diferentes que não passam com tanta freqüência ou alguns passam uma vez somente, como aquele ônibus de excursão da formatura dos adolescentes, ônibus que nunca mais vai partir para este mesmo fim. Foi somente aquela oportunidade para aqueles jovens. Oportunidades raras também seguem esta dinâmica em nossa vida, aproveitou, muito bem, senão, mais não têm.
Outras vezes nossa expectativa de destinos nos favorece com vários tipos de ônibus, basta escolher o mais convidativo, o mais agradável. Você faz a escolha que quiser. Entretanto existem pessoas que não têm total autonomia na escolha do seu ônibus. Pode ser por um problema visual onde precisará da ajuda de outros para lhe dizer qual é o certo. Ou podem estar presas com o tempo, afazeres ou divertimento. Pois no ponto encontramos muitos tipos de pessoas que podem desviar a nossa atenção do ônibus. E todos sabem que ônibus têm horários que não podem atrasar, por isso não podem esperar.
No ponto de nossas vidas passam vários ônibus cheios de oportunidades. Sejam elas relacionadas a trabalho, amigos, aprendizado, ou qualquer outro tipo de oportunidades que levaria nossas vidas a tomar outros trajetos que poderia ser melhores ou piores. Pois muitos pegam ônibus errados ou descem em pontos errados. Tudo é questão de um atento discernimento. Contudo mais frustrante do que pegar o ônibus errado é ter a oportunidade de pegar o certo e deixá-lo passar.
No ponto de oportunidades da minha vida já deixei muitos ônibus passarem dos quais hoje me arrependo mais do que os errados que peguei. Talvez se tivesse feito SENAI quando era para fazer poderia estar bem empregado hoje. Se tivesse feito Tiro de Guerra teria um outro ciclo de amizades e de recordações. Mas a vida é assim, é feita de escolhas. Muitas vezes fiquei no ponto comendo moscas, outras embarquei em viagens que só eu e Deus sabe da companhia, do trajeto e do destino. Mas do que interessa o ‘se’? Se eu fizesse tais coisas, se eu escolhesse isto ou aquilo. De nada importa tudo isto. É tudo fantasia subjetiva. O importante agora é estar atento para que ônibus pegar, qual oportunidade agarrar. O dia da vida está findando e logo mais os ônibus vão parar, por isso é bom não vacilar e a melhor oportunidade abraçar. No anoitecer da vida os ônibus se tornam escassos, tornam-se perigosos, pois não sabemos quem possamos encontrar.
Oportunidades são ônibus que muda nossas vidas de ares e de lugares, para isto temos que estar abertos, determinados e atentos para qual ônibus pegar e para isto basta o indicador levantar.

Clodoaldo Clay Nunes
24.11.2007

Nenhum comentário: