RECOMENDE!

terça-feira, setembro 29, 2009

AS PRISÕES DO MUNDO



Existem vários tipos de prisões, a principal e que vem rapidamente a memória de todos é a privação da liberdade. Ficar preso, seja por grades ou no próprio domicílio é um enorme exílio. Entretanto há outras prisões. Só quem é cego sabe como sua vida é privada de algo. Algo como ver sua mãe envelhecer, ver um sorriso de uma criança, um entardecer ou outros olhos cheios de esperança.
Pergunte ao um surdo sobre a sua privação do ruído, cárcere do silêncio, do som vive escondido, como deve ser doído. Não poder ouvir um pássaro cantar, seu filho assobiar e sua filha gargalhar. O mudo é privado de dizer seus pensamentos, seus sentimentos, inclusive seu sofrimento. Poucos o entendem e mais poucos ainda conhecem suas profundas expressões.
Estes citados, como muitos outros que superam os limites que a vida lhe impôs são na verdade extrahumanos, isto é, extrapolam o limite que lhe delimitou a própria humanidade. Não perdem o amor à vida, pelo contrário isto os fortalece a cada dia, mostrando a todos que apesar de tudo a vida tem muita alegria.
Entretanto há muitas outras prisões que dominam nossas vidas, e só existem porque permitimos. A prisão dos vícios, é uma grade e na porta está a chave, pronta para abrirmos. E porque não abre? Não abre porque não quer, não há outra resposta. É difícil, é lógico, é uma luta contra si mesmo, mas é por um tempo, são várias batalhas, dia a pós dia, porém a cada dia ela perde a força e o determinado cada dia mais forte até o fim da guerra.
E você, está preso em algo? O que tem limitado a sua vida? O cárcere de um amor não correspondido, solidão, depressão ou falta de motivo? Muitas vezes precisamos apenas de uma luz, outras de uma ajuda e isto existem muitas.
Prisões, qual é a sua?

Clodoaldo Clay Nunes

Nenhum comentário: