RECOMENDE!

quinta-feira, janeiro 07, 2010

religião e rebeldia

PARA MUITOS É DIFÍCIL aceitar a realidade do relacionamento entre revolta e religião. Na religião não são os fanáticos ou os mais fiéis ao statu quo que recebem a glória final. São os rebeldes. Lembremo-nos de quantas vezes na história da humanidade santo e rebelde foram uma só pessoa. Sócrates foi um rebelde, e o condenaram a tomar cicuta. Jesus foi um rebelde, e o crucificaram. Joana D'Arc foi rebelde, e a queimaram na fogueira. Contudo essas pessoas, e centena de outras iguais a elas, desprezadas por seus contemporâneos, foram glorificadas e adoradas nos séculos seguintes por sua contribuição criativa à ética e à religião dos povos.
Rollo May em "A coragem de criar" - Editora Nova Fronteira, p.33.

Nenhum comentário: