RECOMENDE!

sexta-feira, julho 01, 2011

Deixando Cristo Brilhar

"É necessário que ele cresça e que eu diminua" (João 3:30).


Certo homem rico resolveu fazer uma pescaria e comprou o mais caro e sofisticado equipamento de pesca. Apesar de tudo, não pescou nada. Depois de muito tempo, desiludido por seu fracasso, resolveu voltar para casa. Enquanto retornava,encontrou um menino da fazenda, com uma velha vara de pescar e um rústico anzol, mas com uma linha repleta de peixes que havia fisgado em um local próximo. "Como você conseguiu pegar tantos peixes enquanto eu não pesquei nenhum?"perguntou o rico fazendeiro. "Oh," disse o menino, "eu procuro ficar fora da visão do peixe para que ele não me perceba. Eu acho que você se mostra muito para eles."Qual tem sido a nossa prioridade ao falar de Jesus para os nossos amigos e colegas? Temos enfatizado o que o Senhor Jesus fez e quer fazer pela vida de nosso ouvinte ou arrumamos um jeitinho de mostrar o que "nós" temos feito em nome do Senhor? Quem é o centro de nossas conversas a respeito das coisas espirituais, o Deus Todo Poderoso ou o servo que faz coisas grandiosas em nome dele?Muitas vezes o nosso cartão de visitas celestial informa que somos os poderosos homens e mulheres de Deus que no nome de Jesus curamos, libertamos e transformamos vidas, quando o certo seria dizer que somos simplesmente filhos e filhas de um poderoso Deus que opera maravilhas segundo a Sua vontade.A razão de muitos de nossos fracassos e decepções espirituais consiste em querermos brilhar mais que o Salvador enquanto a Palavra nos ensina que Deus não dá Sua glória a ninguém.Se queremos ser vencedores e alcançar todas as bênçãos que o Senhor tem para nos dar, precisamos entender que o brilho a ser mostrado é dele e não nosso.

Pr. Paulo Roberto Barbosa

Nenhum comentário: